Hipnose e o Luto

Hipnose e o Luto - Consultas de Hipnoterapia e Hipnose Clínica, Hipnose de Regressão no Porto

Hipnose e o Luto - Consultas de Hipnoterapia e Hipnose Clínica, Hipnose de Regressão no Porto

Somos confrontados em algum momento da nossa vida com um luto, uma morte inesperada ou uma morte anunciada, no entanto poucas vezes estamos preparados para a enfrentar.

Na grande maioria das vezes a pessoa que partiu foi durante muito tempo um pilar de apoio, talvez porque tenha sido parceiro em vida, ou mesmo um familiar muito próximo e que pelas suas ações ou presença esta sua ausência deixou um enorme vazio na nossa caminhada.

É certo que a maioria das vezes ultrapassamos esta perda e agarramo-nos aos momentos de afecto e de boas memórias e continuamos assim a nossa vida.

No entanto por vezes nem sempre acontece, e aquele luto transforma-se mesmo que inconscientemente num vazio, num desconforto, sentimos inclusive que algo está em falta e isso faz com que nos sintamos cada dia mais desanimados e sem vontade de viver.  Geralmente é nos então diagnosticado “uma depressão”.

Com o tempo geralmente vemos na medicação a solução, medicação para dormir, medicação para ficar acordado e medicação para conseguir tomar a medicação. Tudo se transforma num drama, por vezes, sentimos que já não pertencemos a esta existência e inconscientemente procuramos deixar de existir talvez através de um afastamento social ou mesmo um desligamento gradual da vontade de viver.

Como pode a hipnoterapia ajudar no luto?

A depressão causada por um luto mal feito ou inacabado encontra na hipnoterapia método ECLAIR uma excelente ferramenta de resolução desde conflito interior.

A metodologia de trabalho passa pela identificação do tipo de luto, compreensão do nível de luto, e mais importante entender a extensão da influência da pessoa em causa na nossa vida.

Um dos processos utilizados é a recriação mental do ente-querido, possibilitando uma conversa interna que irá ajudar a regular os caminhos neurológicos, em que em estado de transe hipnótico é para a mente tão real como se tivesse mesmo com essa pessoa.

E é neste momento que podemos fechar o luto de uma forma mais consciente, dizer o que ainda ficou por dizer, “pedir” os conselhos necessários e permitir que esta recriação mental se torne uma ancora visual e mental nas nossas vidas. Trazendo para o presente todos os recursos que no consultório forem definidos entre o paciente e o hipnoterapeuta.

Somente passando pelo processo é possível entender toda a envolvência da resolução de um luto através da hipnose.

Caso sinta que esse vazio, essa depressão, essa falta de vontade de viver que possa de alguma maneira estar relacionada ou estar em sintonia com o período de falecimento de um ente-querido entre em contacto agora que lhe explicaremos tudo.

 

 

hipnoporto
hipnoporto
Situada na cidade do Porto, tal como o nome indica, a Hipnoporto presta serviços especializados na área da Hipnoterapia, Hipnose Clínica e Programação Neurolinguística. Constituída por uma equipa altamente especializada, é já uma referência na terapia com a recurso à hipnose clínica. A Hipnoporto trabalha com diversos modelos terapêuticos desde abordagens mais tradicionais da hipnose clínica às mais modernas, adaptando a sua metodologia de trabalho ao contexto específico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

navegue no website para aceitar, mais sobre cookies: aqui

O que são cookies? Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, ao ser visitado pelo utilizador, coloca no seu computador ou no seu dispositivo móvel através do navegador de internet (browser). A colocação de cookies ajudará o site a reconhecer o seu dispositivo na próxima vez que o utilizador o visita. Usamos o termo cookies nesta política para referir todos os ficheiros que recolhem informações desta forma. Os cookies utilizados não recolhem informação que identifica o utilizador. Os cookies recolhem informações genéricas, designadamente a forma como os utilizadores chegam e utilizam os sites ou a zona do país/países através do qual acedem ao site, etc. Os cookies retêm apenas informação relacionada com as suas preferências. A qualquer momento o utilizador pode, através do seu navegador de internet (browser) decidir ser notificado sobre a receção de cookies, bem como bloquear a respetiva entrada no seu sistema. A recusa de uso de cookies no site, pode resultar na impossibilidade de ter acesso a algumas das suas áreas ou de receber informação personalizada. Para que servem os cookies? Os cookies são usados para ajudar a determinar a utilidade, interesse e o número de utilizações dos sites, permitindo uma navegação mais rápida e eficiente e eliminando a necessidade de introduzir repetidamente as mesmas informações. Que tipo de cookies utilizamos? Os nossos cookies têm diferentes funções: - Cookies essenciais - Alguns cookies são essenciais para aceder a áreas específicas d nosso site. Permitem a navegação no site e a utilização das suas aplicações, tal como aceder a áreas seguras do site através de login. Sem estes cookies, os serviços que o exijam não podem ser prestados. - Cookies analíticos – Utilizamos estes cookies para analisar a forma como os utilizadores usam o site e monitorar a performance deste. Isto permite-nos fornecer uma experiência de alta qualidade ao personalizar a nossa oferta e rapidamente identificar e corrigir quaisquer problemas que surjam. Por exemplo, usamos cookies de desempenho para saber quais as páginas mais populares, qual o método de ligação entre páginas que é mais eficaz, ou para determinar a razão de algumas páginas estarem a receber mensagens de erro. Baseado na utilização do site, podemos também utilizar estes cookies para destacar artigos ou serviços do site que pensamos ser do interesse dos utilizadores. Estes cookies são utilizados apenas para efeitos de criação e análise estatística, sem nunca recolher informação de caráter pessoal. - Cookies de funcionalidade – Utilizamos cookies de funcionalidade para nos permitir relembrar as preferências do utilizador. Por exemplo, os cookies evitam digitar o nome do utilizador cada vez que este acede ao site. Também usamos cookies de funcionalidade para fornecer serviços avançados ao utilizador, como por exemplo efetuar comentários a um artigo. Em resumo, os cookies de funcionalidade guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o site cada vez que o visita. - Cookies de terceiros – Servem para medir o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. - Cookies de publicidade – Servem para direcionar a publicidade em função dos interesses de cada utilizador, permitindo limitar o número de vezes do visionamento do anúncio. Estes cookies ajudam a medir a eficácia da publicidade. No entanto, não identificam o utilizador. Os cookies utilizados podem ser: - Cookies permanentes -Ficam armazenados ao nível do navegador de internet (browser) nos seus dispositivos de acesso (pc, mobile e tablet) e são utilizados sempre que o utilizador faz uma nova visita ao site. Geralmente são utilizados para direcionar a navegação de acordo com os interesses do utilizador, permitindo-nos prestar um serviço mais personalizado. - Cookies de sessão - São temporários, permanecem nos cookiesdo seu navegador de internet (browser) até sair do site. A informação obtida permite identificar problemas e fornecer uma melhor experiencia de navegação. O uso de cookies pode ser bloqueado? Como explicámos os cookies ajudam-no a tirar o máximo proveito dos nossos sites. Depois de autorizar o uso de cookies, o utilizador pode sempre desativar parte ou a totalidade dos nossos cookies. Para o efeito, o utilizador deve seguir as instruções na nossa página "Como gerir os cookies". Recordamos que ao desativar os cookies, partes do nosso site podem não funcionar corretamente. Uso de cookies na abertura das nossas newsletters As nossas newsletters podem, para fins estatísticos, conter um único "pixel “ que nos permite saber se são abertas e verificar os cliques através de links ou anúncios dentro da newsletter. O utilizador tem sempre a possibilidade de desativar o envio da newsletter na sua área pessoal. Mais informação sobre cookies

Fechar